© Esther Quade

Em Circulação > I could write a song de Nuno Lucas, 2015

I could write a song de Nuno Lucas, 2015

"Não falamos nada mais do que de nós próprios".

É esta frase do psicanalista francês Jacques Lacan, que está sem dúvida na origem deste monólogo do coreógrafo e performer Nuno Lucas.

Desta vez, ele está sozinho em palco. Mas convoca personagens que o assombraram e que o assombram, trazendo-as para o presente. A sua avó, os seus pais, namoradas, amigos, colegas de trabalho, companheiros, estranhos, todos eles fazem parte do universo deste imigrante português que vive em Paris. Não são apenas recitações de memórias ou factos pessoais, mas sim um mergulho poético e lúdico no espaço interior das nossas emoções.

Todas estas experiências são transpostas num campo semântico de palavras, criando um ritmo que poderia parecer tratar-se de uma canção ("I Could Write a Song"). Uma partitura de palavras que não são mais do que uma chamada à interioridade de cada espectador. Nuno Lucas parte de situações simples, por vezes anedotas, que não podem evitar de reenviar o público para suas próprias histórias. Uma tentativa de criar laços de intimidade e proximidade com algo que nos é desconhecido.

Ficha Artística

Coreografia, texto e performance
Nuno Lucas
 
Co-escritor e dramaturgo
Frédéric Danos
 
Desenho de Som
Cristián Sotomayor
 
Desenho de Luz
Bertrand Saunier
 
Fotografia
Esther Quade

Produção
Association Petit Plus

Co-produção
Festival Artdanthé - Théâtre de Vanves

Apoio
CAMPO (Bélgica), Ménagerie de verre (França), Centre National de la Danse (França), Fórum Dança (Portugal), ACCCA (Portugal)

Cronologia

18 Junho 2016, Festival LODO - Club Cultural Matienzo, Buenos Aires/Argentina

4 Junho 2016, Festival TJCC - Théâtre de Gennevilliers, Paris/França

17 Junho 2015, Festival FITE, Porto/Portugal

Estreia - 13 Fevereiro 2015, Théâtre de Vanves-Festival Artdanthe, Paris/França